1/1

Desde cedo, Mario de Oliveira se acostumou a assumir responsabilidades de adulto. Para não deixar sua mãe sozinha na missão de criar cinco filhos, ele teve que trabalhar pesado junto com seu irmão, Antônio Genaro, a fim de lhe ajudar a compor a renda familiar. E, mesmo tendo passado por uma vida difícil, com tão poucos recursos, ele sempre seguiu em frente com ânimo e coragem.

Conforme os anos se passaram, muitas dificuldades surgiram. No entanto, pela a misericórdia de Deus, elas foram vencidas. Isso porque o pastor Mario entregou-se ao ministério do Senhor, doou-se por completo ao serviço da obra. Porém, essa escolha lhe rendeu uma grande batalha contra a discriminação religiosa da época.
 
a década de 60, o preconceito contra cristãos era muito forte. Quem se declarasse “crente” sofria com a rejeição de amigos e familiares, corria até mesmo o risco de perder o emprego. Foi nesse contexto social que sua mãe, Margarida, começou a frequentar a Igreja do Evangelho Quadrangular, a convite de uma amiga. Ela tinha o costume de ir diariamente aos cultos ministrados no Tabernáculo da cidade de Bauru, no estado de São Paulo.

 

No início, Mario estranhou e discordou de sua mãe quando soube que ela estava frequentando uma igreja evangélica. Seus amigos começaram a zombar dizendo: “Mario, agora você é crente! Aleluia, irmão!”. Estas palavras aumentavam ainda mais a sua raiva. Por causa disso, ele resolveu ir até a igreja para tirar satisfações com o pastor. Ao chegar, logo foi recebido com um amor e paz que só Jesus pode oferecer. E, daquele dia em diante, Mario nunca mais tirou os pés da Igreja do Evangelho Quadrangular.
 
Alguns meses depois, ele já estava pregando em lares, cultos e praças. Tinha 19 anos quando ingressou no ministério como Obreiro da Igreja. O amor dele pela casa de Deus aumentava cada vez mais. Além de evangelizar, pessoalmente, o jovem pastor abriu dezesseis igrejas que estão distribuídas entre os Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. As cidades contempladas foram Assis, Lençóis Paulista, Uruguaiana, Itaqui, Pelotas, Canoas, Porto Alegre, Juiz de Fora, Betim, Ipatinga, Corinto, Para de Minas e Belo Horizonte.
 
Em 1996, Mario de Oliveira foi eleito Presidente Nacional da Igreja do Evangelho Quadrangular e reuniu, com sucesso, uma Comissão Especial para realizar a reforma estatutária, nos anos de 1998 e 1999. Por reconhecimento ao seu trabalho, ele foi reeleito em 2000, 2004, 2008, 2012 e 2016.

 

Atualmente, a Quadrangular possui mais de 17 mil templos e obras abertas e estruturadas em todo o País. Mais de 30 mil obreiros estão levando os ensinamentos de Jesus a mais de dois milhões de pessoas em 22 nações. Sua administração tem proporcionado um crescimento sólido e constante, tornando a Igreja propulsora que, por meio da união do ministério e fortificação dada por Cristo, motiva seus pastores e membros a irem em busca daqueles que necessitam desse conhecimento.

Mario de Oliveira, rev.

Presidente Nacional da IEQ no Brasil

Erivelton Allison Tavares, 51 anos, nascido em Belo Horizonte, Minas Gerais, filho de Tarcísio Tavares Baeta e Terezinha Cândida Siqueira Tavares, casado com Jocélia Tavares, pai de Déborah e Davi Tavares, sempre dedicado à sua família.

 

Com formação Técnica em Contabilidade, Superior em Pedagogia, Letras e Teologia.  

 

Cursou Teologia, no Instituto Teológico Quadrangular no Centro de Belo Horizonte, no ano de 1994.

 

Em fevereiro de 1997 assumiu como Diretor do Instituto Teológico Quadrangular em Venda Nova. Iniciou seu ministério pastoral na Igreja do Evangelho Quadrangular em maio de 1999, filho na fé do Reverendo Geraldo Dias. Tornou-se pastor titular da Igreja do Evangelho Quadrangular com uma casa alugada, logo comprando um terreno e construindo o Templo Maanaim.

 

Em março de 2010 foi convidado a assumir a Secretaria Estadual de Educação e Cultura da Igreja do Evangelho Quadrangular em Minas Gerais, com uma administração marcante.

 

Devido à sua administração como Secretário Estadual, o Reverendo Mario de Oliveira, Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular no Brasil convidou-o a assumir o posto de Secretário Geral de Educação e Cultura, em julho de 2014. 

 

Em março de 2017 foi convidado a assumir a 892ª. Região Eclesiástica de Belo Horizonte, com 12 igrejas.

 

Realizou diversas viagens missionárias na África do Sul, Portugal, Estados Unidos, sempre levando a palavra de Deus com materiais para doação.

 

No ano de 2019 foi convidado também a assumir o posto de Secretário Geral de Coordenadorias da IEQ.

 

Em setembro, foi anfitrião da Reunião Internacional de Gestores de Educação, recebendo na Sede da Secretaria Geral de Educação e Cultura o Pr. Gary e Pr Paul Otremba, para tratarem sobre assuntos referentes à certificação Internacional do Instituto Teológico Quadrangular e Instituto Educacional McPherson, que após apresentação de instalações, relatórios, materiais, a partir de maio de 2020, o curso médio de Teologia da Igreja do Evangelho Quadrangular realizado pelo Instituto Teológico Quadrangular passa a ser reconhecido mundialmente com chancela internacional.

 

Realizou o primeiro curso bíblico em Israel, em novembro de 2019, com uma turma de 52 participantes, com palestras in loco.

 

Autor de diversos livros, palestrante, coach tem desempenhado sua função com dedicação, responsabilidade e amor, sempre pautando por treinar líderes, pastores, sempre motivando os estados a serem unidos em prol do reino de Deus.

Erivelton Allison Tavares, rev.

Secretário Geral de Educação e Cultura

equipe.jpg